Endometriose

Loading
Carregando..

Complicações da Cirugia

São diversas as técnicas cirúrgicas para retirada de lesões de endometriose no intestino, desde mais simples até mais complexas.

  • Retirada apenas da lesão, sem abrir o intestino (nodulectomia)
  • Grampeamento linear

Saiba mais sobre a técnica em trabalho publicado pelo Dr Eduardo: Kamergorodsky G, Lemos N, Rodrigues FC, Asanuma FY, D'Amora P, Schor E, Girão MJ. Evaluation of pre- and post-operative symptoms in patients submitted to linear stapler nodulectomy due to anterior rectal wall endometriosis. Surg Endosc. 2015 Aug;29(8):2389-93. doi: 10.1007/s00464-014-3945-4. Epub 2014 Nov 8. PubMed PMID: 2538071

  • Grampeamento endoanal
  • Ressecção segmentar

As mulheres, quando notificadas que a cirurgia deverá abordar o intestino, geralmente ficam preocupadas com as possíveis intercorrências deste tipo de cirurgia, sendo o maior temor o de ter que usar a famigerada “bolsinha” (bolsa de colostomia).

Quando isso acontece? Esta situação é extremamente rara (<1% das cirurgias intestinais) e ocorre quando a sutura intestinal se rompe, e há extravasamento de material intestinal contaminado para dentro da pelve. Nesta situação, há necessidade, na maioria das vezes, de uma reoperação e interrupção do trânsito intestinal (colostomia ou ileostomia). É ai que entra a bolsinha, que deve ser utilizada durante a cicatrização do intestino, geralmente por 30-90 dias.

Outras situações desagradáveis, porém também raras, são as alterações urinárias e intestinais após a cirurgia. Estas podem acontecer em curto ou médio prazo, e são decorrentes da remoção de nervos que passam perto no intestino. Dentre as alterações a retenção urinária e a obstipação crônica são as mais frequentes.

Técnicas cirúrgicas avançadas que preservam os nervos diminuem bastante a chance de isto acontecer. O Dr. Eduardo vem empregando esta técnica há algum tempo, com ótimos resultados, tendo publicado artigo em revista internacional sobre o assunto.

Lemos N, Souza C, Marques RM, Kamergorodsky G, Schor E, Girão MJ. Laparoscopic anatomy of the autonomic nerves of the pelvis and the concept of nerve-sparing surgery by direct visualization of autonomic nerve bundles. Fertil Steril. 2015 Aug 8. pii: S0015-0282(15)01649-0. doi: 10.1016/j.fertnstert.2015.07.1138. [Epub ahead of print] PubMed PMID: 26260200.

Apesar de um pouco assustador, as complicações deste tipo de cirurgia são extremamente raras!